segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

40º DIA

Olá!!


Antes de mais queria desejar boas festas e umas óptimas entradas a todos!


Agora sim, tenho andado arredada pois fomos passar o Natal fora. Recebi bué prendas, foi uma loucura! Gostei muito do meu primeiro natal, foi divertido apesar de ter feito uma birra precisamente às 23h55 minutos, o que atrasou a abertura das prendas a toda a gente lá em casa. Também quem esperou um ano para abrir prendas, esperar mais 40 minutos não é muito pois não? hihih


O panorama das noites tem sido péssimo, continuo no meu melhor. O meu pai que o diga, pois foi ele quem esteve de serviço estes dias todos para cuidar de mim durante as noites enquanto a minha mãe aproveitava para dormir. Agora já não faço festarola às 4h-5h da manhã. Tenho uma técnica mais gira, que é fazer birra de sono quando me tentam deitar desde as 11h da noite até as 2h30 - 3h30 da madrugada. Non Stop!! Coitado do meu pai, ontem esteve a aturar-me até as 3h38 da manhã. A boa noticia é que depois de fazer este chinfrim todo, durmo sempre 4h seguidas, sim é o meu record, não consigo dormir mais tempo, quer de dia quer de noite.


Viva o Natal!! E viva a paciência do meu pai!!

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

34º Dia

Olá

No fim-de-semana portei-me mal, mas isso é já o normal de mim. Já nem vou falar pois acho que a minha mãe e o meu pai começam-se a habituar às noites mal dormidas. Quem ainda tem alguma resistência é a minha mãe que ainda não se conformou com isso. Para além de andar preocupada na mesma com a minha fábrica do leite e comigo a toda a hora. Até me enerva!

Foi a galhofa total quando ontem à noite eu estava no meu estrelaio do costume, o meu pai levanta-se de repente e foi buscar o mini-aspirador! Ahahaha! Sempre que eu começava a chorar, ele ligava aquilo. Mas que raio pensava eu, que coisa é aquela que faz mais barulho que eu? E fica a escutar. Só que não aguentaram muito tempo, pois assim que calavam aquilo começava eu hihihi

Vejam bem que ela até falou com o meu pai que estava a pensar fechar a fábrica do leite se tivesse outra mastite! Oh pá! Querem ver que tenho que começar aqui uma petição online para que vocês me ajudem que a fábrica do leite não feche!?



Não durmo, não durmo e não durmo!!




sábado, 20 de dezembro de 2008

1 Mês !

Olá

Hoje faço um mês!

Os meus papás eram para ir comemorar e jantar fora, mas eu portei-me mal e não dormi a sesta que era suposto, desde as 17h que não durmo até agora e já a adivinhar birra na certa, cancelou-se a comemoração.

Disseram-me que iria amanhã, caso me porta-se bem esta noite. Hmmmmmm vou pensar nisso ihihih. Entretanto aqui fica uma foto de hoje de manhã quando acordei bem disposta!


Até me porto bem quando me apetece!

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

29º DIA

Olá!

Estou óptima. Hoje fui dar a minha primeira volta com a minha mãe ao Colombo, sozinhas! Andámos a ver de prendas para o meu pai, mas não vimos nadinha! Eu andei sempre a dormir, mas a minha mãe, nem de olhos abertos conseguiu encontrar uma prendinha para ele ihihihi

Ontem foi dia de pesagem, já conto com 3760 kg! Ou seja, na última semana engordei à conta da fábrica de leite da minha mãe 230 gramas (a senhora da bata branca tinha dito 200 gramas por semana).

No capítulo das noites, os meus papás andam a aplicar uma técnica nova, que consiste em não pegar em mim e apenas empurrar a chucha para dentro da minha boca, até eu cair para o lado de tanto chorar. A técnica é muito boa no que respeita a poupar dores de costas aos meus papás (em relação à anterior) mas, leva o triplo do tempo a adormecer-me (nunca é menos de 1h). De madrugada, na típica hora do estrelaio a minha mãe quase que dá em doida e o meu pai também.

Amanhã faço um mês! E como se trata do meu aniversário os meus papás vão jantar fora comigo! Vai ser a primeira saída do género, deixa lá ver como vai correr! Acho que vou querer um bom Bife com batatas fritas, para variar do leitinho hihihi



terça-feira, 16 de dezembro de 2008

27º DIA

Olá!

A noite ontem foi engraçada, vá lá, digamos animada, vá foi assim como hei-de dizer, foi péssima.
Fomos todos para a cama eram 11h da noite. Até me fartei de rir quando o meu pai me meteu na cama. Virei-me para ele e esclamei “ Buaaaaaaaaa” que é como quem diz, deves estar a gozar comigo, dormir a esta hora?!. Lá tentou ele aplicar o método de andar comigo às voltas, mas ontem não resultou. Eu fingia que estava a dormir e 10 minutos depois de se apagar as luzes e eu caladinha, lá dava um ar da minha graça : “ Buaaaaaaaaaaa”. Foi giro, andamos nisto até as 2h da manhã!

Para ajudar à festa, a minha mãe esteve cheia de febre novamente, dores de cabeça, dores de garganta, tem uma bruta constipação em cima. Achei que era porreiro ser solidária, e como ela não conseguia dormir, achei por bem fazer lhe companhia durante a noite, estando acordada como ela. Quem não achou piada foi o meu pai. Não admira pai, é coisa de gajas tu não percebes hihihihih

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

26º DIA

Olá a todos

A minha mãe ontem acordou com 39 graus de febre e uma dor horrível na fábrica do leite. Ora este contratempo, permitiu que mais duvidas, mais medos, mais ansiedade voltasse de novo ao capítulo amamentação. Eu já lhe disse que não é preciso stressar, que vamos aprendendo as duas, um dia de cada vez, mas a coisa é complicada de digerir. Quem tem ajudado imenso é o meu pai, que de forma inesgotável, tratou de mim o fim-de-semana todo, e deixou a minha mãe descansar todos os momentos possíveis.

Ora a coisa ficou negra ontem à noite, onde tivemos de ir fazer uma visita de emergência ao hospital, onde ficou diagnosticado à minha mãe uma Mastite. Parece que o problema foi ela ter tirado muito leite com a bomba de uma mama, e não tirar leite nenhum da outra em cada mamada. É que eu mamo apenas de uma mama, pois com aquele tamanhão uma só dava para mim e para o meu irmão (se tivesse um) hihihih

As melhoras mãe!


Tenho tanto sonooooooooo



domingo, 14 de dezembro de 2008

"Hora do Estrelaio"

Olá a todos!

Bem, o panorama das noites não mudou nadinha. O meu pai já arranjou um nome catita e tudo: 4h30 da manhã até as 6h30 da manhã é "hora do estrelaio da Sara", que é como dizer choro e mais choro, por cólicas, por birra, é o que for. Durma muito durante o dia, durma pouco ou quase nada, a "hora do estrelaio" de madrugada é garantida!
Há dois dias que o meu pai aplica com sucesso outro método: quando não quero dormir e chega a "hora do estrelaio", pega em mim e adormece-me ao colo a andar pela casa toda. E não é que tem resultado?! Eu não me importo, pois gosto muitoooooo de andar embalada.



Já gosto de tomar banho! yessssssssss



quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

22º DIA

Olá

Ontem foi dia de pesagem. Comecemos pelas boas noticias: com 3 semanas, já tenho 3525kg! Nada mau para uma rapariga como eu hihihi
A noite de ontem, também foi muito gira:

Batiam as 11h da noite, preparavam-se os meus papás para dormir, para ver se recuperavam algum sono.
Deitaram-me na cama, taparam-me e esperaram que eu tivesse sono. Fiquei lá 15 minutos, mas depois já me estava a fartar ninguém falar comigo, comecei a dar uns gritinhos. A minha mãe vinha, dizia qualquer coisa e ia embora. Fecharam a luz, e vamos lá a isto. Eu não achei piada e às 11h30 já a ver que não ia haver brincadeira, comecei a chorar com mais força. Resultou, pensei eu. A minha mãe já vinha mais vezes por a chucha. Andamos nisto até à meia-noite, altura em que achei que já estava a ser um bocado seca. Vá de chorar com força novamente até me pegarem ao colo. Hmmm pensei eu, isto está a melhorar! Eram 1h30 quando deixei de conseguir ter os olhos abertos e a garganta seca de tanto chorar. Apaguei-me na cama. Ouvi os meus papás a dizerem
-Ufa, calou-se! É agora vamos dormir – Diziam os meus pais entusiasmados.
Passados meia hora acordei, pois lembrei-me que tinha fome. Buaaaaá ecoava no quarto novamente. Lá se levantou a minha mãe, para me dar de mamar, meter a arrotar, trocar fraldas. Pensei que o tempo passa mesmo depressa, já eram 2h30 só não sabia porque é que continuava tudo muito escuro. Lá me meteram na cama, e eu a querer conversa. Como fiquei mole de ter mamado, convenceram-me a fechar os olhos nuns rápidos 15 minutos.
Bem, é agora! – Diziam os meus pais já com um ar de cair para o lado.
Às 4h45 acordei novamente. Mas aí já não me convenceram tão bem, pois chorei, chorei, comi novamente, chorei, não queria ficar na cama, isto sem parar até as 7h. Quando olhava para a minha mãe até pensava se ela estaria doente com aquele ar. Meia hora depois o meu pai levantou-se para ir trabalhar e ainda consegui ficar na conversa com a minha mãe mais meia hora.





Será possivel que ninguém me deixa dormir? Apaguem a luz!

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

20º DIA

Olá

A noite passada foi mázinha. Quer dizer, vá, não me portei assim muito bem. Comecei o choro-birra-cólicas-com-choro-birra-outra-vez à meia noite e só parei quando o meu pai me pegou ao colo às 2h30 da manhã, já com a minha mãe a fumegar stress por todo lado, e o meu pai arreliado por ter que se levantar às 7h30 para ir trabalhar. Depois o dia até correu bem, era o primeiro dia sozinha com a minha mãe em casa. Sim é verdade, até ontem sempre tivemos apoio ora das avós, ora do meu pai cá em casa. A minha mãe diz que até nem correu mal, e que se safou melhor do que estava à espera. Claro que não fez nada o dia todo, senão dar mama, muda fralda,põe arrotar, dá mama, muda fralda, põe a arrotar todo o santíssimo dia. Ahh espera minto: tirou a cinza da lareira durante os 5 minutos que lhe dei folga ihihihi



Eu a rir-me para a minha mãe quando ela disse uma piada engraçada sobre o meu pai

domingo, 7 de dezembro de 2008

Feliz Natal







Feliz Natal para todos os amigos da SARA.

O Natal
Quem faz o Natal para todos nós? São os amigos
Quem nos dá prazer e dá calor? São os amigos
A quem é que damos a ternura? É aos amigos
A quem é que damos o melhor? É aos amigos

Os amigos são o nosso bolo de Natal
Cada amigo nosso vale mais que um Pai Natal
É um irmão nosso que trabalha no Natal
E com suas mãos faz a diferença do Natal

O dinheiro pouco importa
O que importa é a verdade
E a prenda mais valiosa
É a prenda da amizade

Quem faz das tristezas forças
E das forças alegrias
Constrói à força de Amor
Um Natal todos os dias.

"Os Operários do Natal" - textos de Ary dos Santos e Joaquim Pessoa"




sábado, 6 de dezembro de 2008

17º DIA

Olá!

Esta noite tive que me chatear com os meus pais. Então não é que por força eles queriam desligar a luz, para que fossemos todos dormir? Eu, fresca que nem uma alface à 1h da manhã, lá era hora de sono? Mas e explicar-me a eles que não queria dormir? Vai lá vai! Que trinta e um do caraças! Que teimosos que eles são, sempre a apagar a luz! Estivemos nisto até às 3h da manhã, hora que me venceram pelo cansaço (maganos!). Mas eu agora já me vinguei. Roubei estas coisas doces ao meu pai, e vou levar umas para a cama para me ir entretendo sem eles saberem! Hihihi



Phsiuuuu não digam que fui eu que tirei os 'rochês'




quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

15º DIA

Olá!

Cá estou eu a crescer bem, feliz da vida. A minha mãe andava com umas grandes dúvidas sobre a amamentação, mas já se aconselhou com umas amigas especialistas em amamentação. Então agora acorda-me de 3 em 3 horas para mamar, excepto de noite que me deixa dormir (e ao meu pai) tudo o que eu quiser (desde que não exceda as 6 horas). Quem ficou mais feliz com este conselho foi o meu pai que agora já pode dormir melhor hihihih



Estou quase pronta para fazer o óóóó!




quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

2ª Semana

Olá!

Até parece que foi ontem que nasci...

Sinto passar o tempo levemente, tempo que não volta.

Sinto a angústia da minha mãe, todos os dias ao acordar, se mamei bem, se descansei.

Sinto que perco o meu cabelinho desalinhado em constante rebuliço, a cada dia que passa, a cada volta que dou no berço.

Sinto que acordo de boca aberta, pronta para procurar o cheiro da minha mãe, do meu leitinho, de saciar a fome que por vezes toma conta de mim, e não sei quem sou.

Sinto a ternura do meu pai, a trocar-me a fralda de madrugada, com os olhos semi-cerrados, retribuindo-me um sorriso.

Sinto o carinho de todos os que me visitam, que me pegam, que me dizem que me amam.

A todos vocês... obrigada!



terça-feira, 2 de dezembro de 2008

13º DIA

Olá!

Tenho o prazer de anunciar que me caiu uma coisa que tinha pendurada na barriga. Aquilo fazia-me um bocado de confusão, ainda para mais quando a minha mãe me metia alcool. A senhora da bata branca dizia que era muito grossa, por isso demorou tanto tempo a cair. Gritava, mas gritava! Hoje foi também dia de pesagem. Aproveitámos que a minha tia Kikas me ofereceu a balança de prenda de natal adiantada e eis que já ganhei 165 gramas. Não acreditam? Vejam pelos vossos próprios olhos.



Tirem-me desta coisa estranha!

domingo, 30 de novembro de 2008

12º DIA

Olá!


Esta última noite ganhou o prémio das piores desde que estou em casa. Comecei por fazer birra à meia noite, e entre altas choradeiras só me calei eram quase 4h da manhã. Depois achei por bem ganhar folego uma hora e dormi até as 5h. Aí fiz levantar a minha mãe novamente para comer, e depois as 7h. A minha mãe e o meu pai têm umas coisas estranhas por baixo dos olhos, será uma maquiagem nova? Também vou querer! Acordei de novo à bocado e ainda consigo ter os olhos abertos, pouco mas estão! Quero ver tudo o que se passa, quero lá saber que seja de noite.. ora esta !Hihihihih




Não quero dormir, não quero, não querooo

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

1 semana

Olá!

Tenho tido pouco tempo para dar novidades, pois ando muito ocupada a dormir e a comer. Está tudo excelente comigo, porto-me muito bem! De noite já deixo os meus papás dormirem de 3h em 3h o que é o máximo. Outra novidade é que há 2 dias que demorava uma horita para mamar e agora já despacho tudo em 20 minutos! Estou a ficar profissional ihihih



Gosto muito de leitinho!!

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Consulta Pediatra

Olá!

Têm-se deliciado com os meus videos, não é? Digam lá se não sou fotogénica ihihih
Ontem os meus papás levaram-me ao pediatra. Estavam mentalizados para a minha perda de peso (comum a todos os recém nascidos), quando lhes preguei uma surpresa pois tinha mais 50 gramas do que nasci. Todas as dúvidas sobre a fábrica de leite da minha mãe, se era boa ou não evaporaram-se. A minha mãe não tem leitinho, tem leite-creme!

Quando diziam à minhã mãe que não havia tempo para nada, ela não acreditava. Como era possível não ter uma horita que fosse, para sua distracção pessoal? Preparem-se... é mesmo verdade! Não há qualquer tempo livre! Eu preciso de muitaaaaaaaa atenção!

Ainda me estou a ambientar ao meu quartinho, e aos meus papás, e eles a mim. Tem sido uma convivência gradual, dura por vezes, mas com força de vontade e amor tudo se ultrapassa.
Como já repararam odeio mudar a fralda, aliás basta despirem-me o babygrow que abro logo as goelas. Deixo o meu pai dormir 3h de cada vez à noite, pois é ele que me muda a fralda. Ontem às 4h da manhã ao mudar-me a fralda completamente a dormir, mudou me a fralda e meteu-me o babete ahahah. De manhã quando acordei para mamar outra vez, já tinha o babete posto! Que comédia! E assim vamos passado os dias cá em casa.



Sessão de sol com o meu pai às 7h da manhã! Já não tinha sono...

A Menina do Papá vai dormir...

video

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

domingo, 23 de novembro de 2008

... ao 3º dia.

video

sábado, 22 de novembro de 2008

O Parto

Venho vos contar hoje como foi o parto. Espero que estejam bem sentados, pois é um bocadito grande.

Tudo começou no dia 18 de Novembro. A noite tinha sido passada quase sempre acordada com a minha mãe. Estava excitada e nem sabia porque. Fartava-me de mexer dentro da minha casinha, e a minha mãe nem pregou olho. Levantámo-nos de manhã, e já nessa altura a minha mãe comentava com o meu pai que se sentia esquisita. Contrações é que nem ve-las, pelo que nada fazia prever que eu viesse cá para fora. As ditas começaram por volta das 13h, mas eram bastante irregulares. Caiu a noite, e as contrações apertaram. Já não havia uma única contracção que não provocasse uma sensação de rasgar. Pareciam facas a subir pela casinha a dentro, que não pediam licensa para entrar.
Como a minha mãe não tinha qualquer experiência, as dúvidas eram mais que muitas mas, continuavamos à espera sem querermos ir muito cedo para a maternidade. Controlávamos as horas das contrações e eram já bastante regulares, quase todas menos de 10 minutos, isto entre as 20h e as 22h.

- Se vamos à Maternidade, é agora ou nunca. - dizia o meu Pai
- Mas e se vamos muito cedo? Não quero lá chegar e voltar para trás - respondia a minha mãe
- Vamos, e se for para voltar para trás, já ficamos mais descansados- Concluia o meu pai.

Eram 23h quando demos entrada na MAC. Uns minutos depois eramos chamados. Fomos atendidos por uma enfermeira super simpática, que nos colocou a fazer CTG. As novidades vindas do CTG eram as mesmas que já sabiamos: contracções regulares de 7 minutos. E veio o toque logo depois. Este exame sim, deu novidades: estava tudo mais que verde! Ele era colo fechado, ele era Sara muito subida, estava tudo bem.
Conclusão, saímos da MAC eram 1h00, com a recomendação de andar amanhã logo de manhã desde os Restauradores até ao Marquês. Andar muito, mas muito andar. Não um andar qualquer, tinha de ser a subir, tinha de custar. A minha mãe já para andar lhe custava, quanto mais subir. Não sabia se as contracções lhe causavam tanta dor como a dor de ter que ir de novo para casa, não dormir mais uma noite. A saturação, o desespero já estavam bem presentes. Apenas uma coisa lhe daria uma alegria imensa: eu decidir nascer.

Olhámos para o despertador antes de puxar o lençol para cima, eram 2h00. As contracções mantinham-se, e pregar olho, estava fora de hipótese. Passaram uns minutos, e no meio das contracções a minha mãe ia fechando os olhos, até que... de repente acordou! Chamou imediatamente o meu pai, dizendo que tinha sensação que tinha perdido líquido.

- Amor, acorda! Acho que perdi liquido! Olha as minhas cuequinhas todas ensopadas! - Dizia espantada a minha mãe
- Mas, acabámos de vir da MAC... estava tudo atrasado... como pode? - Dizia confuso o meu pai.

Meio atarantados, sem ter a perfeita certeza de que era realmente líquido, e que a minha mãe não teria estado a sonhar, decidimos andar pela casa. Abraçados um ao outro, percorriamos a sala, depois a cozinha, dávamos a volta no quarto, e voltámos para trás. Eu, na minha casinha, deliciava-me com estes pormenores e não parava de me mexer. Duas voltas depois, saía mais um pedacinho de líquido. Estava aí a confirmação. Olharam um para o outro e vestiram-se em seguida. Nova visita à MAC estava já em marcha, e as contracções sempre a acompanhar. Ligaram o carro, e ao ligar o rádio, estava no ar a música dos Perfume. O meu pai aumentou o volume, e fomos o resto da viagem a cantar os 3 a música.

Eram 3h da manhã quando demos todos entrada na MAC pela segunda vez. A cara da enfermeira simpática esboçava novo sorriso, ao perguntar porque tinhamos voltado. A senhora da bata branca que tinha sido um amor da primeira vez, não desiludiu na segunda. Prontamente fez novo toque, para procurar se haveria uma ruptura da bolsa. Assim que inicio o exame, ouviu-se um "ploc" e mais líquido saiu da minha casinha.

- Pronto, já não sai de cá! - Dizia a senhora da bata branca
- Ai que bom! - Foi como se tirassem um peso de 5 toneladas de cima da minha mãe.

Finalmente parecia começar a existir uma ténue luz ao fundo do túnel. Mas a minha mãe também sabia que o pior ainda estaria para vir. Pensou como seria tê-la finalmente nos braços para afastar os pensamentos menos bons. Entretanto mandaram avisar o meu pai, que desesperava na sala de espera. Assim que recebeu a nóticia, uma sensação de tremor e nervoso percorreu-lhe todo o corpo. Estava na hora. A Sara estava mesmo a chegar!

Eram 4h quando o chamaram para entrar para uma box onde já se encontrava a minha mãe ligada ao CTG digital contínuo. As horas que se seguiram foram as mais longas de todas. As contracções subiam exponencialmente de dor, e os intervalos iam sendo cada vez mais curtos. O meu pai, sentado numa cadeira à beira da cama, segurava na mão da minha mãe. No espaço de tempo da contracção, a mão dele era apertada, mas ele não se importava, apenas desejava no seu íntimo que tudo aquilo passasse rápido.

Foi uma surpresa quando às 7h00 veio a enfermeira fazer novo toque, e qual não foi o nosso espanto quando já tinhamos quase 3 dedos, a quantidade minima para levar a epidural. Mandaram sair o meu pai, e em meia hora, foi dada a santissima epidural. Quando lha administraram, por pouco já não poderia ser dada, pois dilatou até aos 7 dedos numa velocidade nunca antes vista. A dilatação que esperavam levar horas, levou afinal muito pouco tempo. Chegou a hora de fazer força, e a minha mãe portou-se lindamente. Nunca pensei, juro! Fez força quando a senhora da bata branca dizia, e assim que saiu a minha cabecinha, viram que eu tinha uma circular no pescoço. O meu cordão tinha-se enrolado. Pediram logo que a minha mãe parasse de fazer força, mas segundo ela, é totalmente impossível de controlar. A vontade existe, e parece que tem vida própria, muito para além de nós. Soltaram o cordão um pouco mais e retiraram a circular. Mais 2 forças muito muito fortes e eu nascia às 8h04 minutos. O meu pai, que tinha acompanhado tudo desde inicio, estava maravilhado. Foi com as mãos a tremer que cortou o laço que iniciava a minha vida cá fora. Foi lindo, indescritível. Ai estava eu, em cima da barriga da minha mãe, a chorar, e já com os olhos abertos. Os meus pais, de mãos dadas, a olhar para mim, sentiam-se os pais mais felizes do mundo.

De todo o tempo que estivemos na maternidade, apenas temos a dizer bem. Das pessoas, sempre presentes, sempre dispostas a ajudar. Foi tudo maravilhoso.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Sara 2º dia

Olá!

Ainda me estou a habituar a tanta luz e tanto barulho. Estou maravilhada com isto tudo, e agora tenho pena de não ter saído mais cedo! Os meus papás são uns queridos. O meu dia é passado a mamar na fábrica de leite da minha mãe, e a dormir sestas. Faço caretas quando durmo! Não gosto nada quando a minha mãe me despe para mudar a fralda ou para tomar banho, faço esta cara assim:





E quando a minha mãe fala comigo coisas muito giras sobre o meu pai, faço esta cara assim:




Beijos!

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

A Sara chegou !!!!

video

NASCI !!!!!!!!!

Pois é, vocês nem queiram saber!

Então não é que hoje às 3h da manhã, tive um problema aqui nas canalizações da minha casinha? Opá, tive que me chatear, ah pois tive! Comecei a ficar sem àgua, que estava a sair por um buraquinho. Tive de sair lá para fora para reclamar com a minha mãe! Assim que vi a luz do dia abri as goelas, para ela ouvir, afinal não é assim que se trata uma inquilina! A ver se para a próxima já não me tira a àgua sem eu deixar, ora esta.

E foi assim que nasci de parto natural, hoje às 08h04 minutos do dia 19 Novembro, com 3100 kg. Os meus papás estão super babados comigo, e depois, com mais calma virei contar os pormenores.



Oh pra mim tão gira ihihi



terça-feira, 18 de novembro de 2008

41 semanas

Olá!!

Acabei de bater mais um record pessoal meu, aqui na casinha fantástica, eis que chego à marca das 41 semanas. A espera continua, e eis que depois do toque da senhora da bata branca ontem, começa a sair aquilo que a minha mãe pensa ser, o rolhão. Mas isso a mim não me assusta nada. Está a cair a minha protecção da casinha, mas ela ainda aguenta bem, não pensem hihihi

A pergunta que se coloca é: será que aguento até às 42 semanas ? Depois vejo o que decido.. consoante o estado de desespero que a minha mãe estiver hihihih



Casinha 41 semanas: à prova de tudo!




segunda-feira, 17 de novembro de 2008

40 semanas e 6 dias

Dia de consulta na maternidade.....

Desta feita, foi uma consulta com CTG e toque (o segundo durante toda a gravidez). Tudo normal, CTG normal, tensão normal, bla bla normal bla normal. Eu só conseguia ouvir a palavra normal!
- A senhora está excelente, e a sua bebé também! - Exclamava a senhora da bata branca.
- Vou lhe marcar outra consulta para sexta-feira - Informava prontamente a senhora da bata branca.
A minha mãe ficou pálida, parecia que tinha visto um fantasma.
-Mas... Mas.... vou ter que esperar mais!? - Balbuciava a minha mãe já quase de lágrimas nos olhos
- Sim, está perfeitamente saudável, não há qualquer razão clinica para induzir para já. Na próxima consulta logo decidimos o que fazer.

Parece que o sonho que a minha mãe tinha para mim de ser signo escorpião, desvaneceu-se por completo. E tudo aponta para que eu até nasça no dia de anos da minha avó Belmira.......



.

sábado, 15 de novembro de 2008

40 semanas e 4 dias

Olá!
Bem, que dizer? Parece que toda a gente continua à minha espera e eu sem aparecer. A minha mãe já está pelos cabelos, e a espera, a cada dia que passa, torna-se mais angustiante.
É amanhã, é para semana, é qualquer dia, ouve as pessoas a murmurar. Eu continuo na minha! Acho que a minha casinha aguenta bem até às 41 semanas e mais que for!
Agradeço a preocupação de todos, e aproveito para agradecer a todos os que me visitam e que deixam comentários - obrigado!
Muita, mas muita gente diz que é este fim-de-semana, mas eu cá estarei para provar que mais uma vez, estão redondamente enganados! Hihihih
Bom fim-de-semana!
.

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Está na hora....

video

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

40 semanas e 2 dias

Olá!

A lua não teve qualquer efeito em mim. E eu já estava à espera disso. É que eu não disse aos meus papás, mas quando andei aqui a construir a minha casinha durante 9 meses, construi uma coisa em condições! Esta agora... então iam achar que a minha casinha se ia abaixo a andar uns quilómetros? Nada disso! E mais: claro que fiz a casinha à prova de luas! Dahhhh ihihih

É claro que quando os meus papás acordaram hoje de manhã e me viram instalada como se nada fosse, ficaram um bocado desapontados...


.

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

40 semanas e 1 dia

Olá!


Mais um dia que passa, mais um dia em que eu não tenho vontade nenhuma de sair da minha fantástica casinha. A minha mãe anda iludida que é com grandes caminhadas que faz acontecer alguma coisa, e eu deixo-a pensar que sim hihihihi Eu ainda não lhe disse que isso comigo não resulta, e ela assim anda contente a andar e sempre damos um passeio. Ontem foi até ao IKEA não porque quisessemos comprar algo, mas porque é grande para andar! Andar, andar! Ela ainda tentou convencer-me que quando eu nascesse, que me pegava assim desta forma, mas eu não fui na história!



Oh mãe, é assim é que me vais pegar ao colo?

.

terça-feira, 11 de novembro de 2008

40 semanas

Ah pois é!

Para quem achava que eu não chegava cá (a minha mãe, o meu pai, os meus avós, os meus amigos, os meus primos, o piriquito do vizinho do lado) consegui chegar às 40 semanas!

Até ver o meu lema continua, pois não gostei do ultimato do meu pai, e por isso mesmo, ele agora vai sofrer hihihihi

Aproveito para deixar mais uma foto da minha casinha!


Acho que já ninguem se atreve a dizer que será a última foto...



segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Consulta Maternidade

Olá!

Voltei!
O senhor da bata branca ainda não me quis lá. Diz que estou muito bem de saúde, e que as contracções dolorosas que a minha mãe já tem são normais. A consulta foi muito rápida (rápida demais na opinião da minha mãe), e nova marcação para dia 17 de Novembro (às 41 semanas). Aí sim, disse o senhor da bata branca, caso não haja novidades, diz que segue o conselho do meu pai, e avança com a ordem de despejo forçado. Servirá essa consulta para marcar o dia da ordem de despejo da minha casinha.

Fiquei de dar uma resposta ao meu pai, se saio antes do despejo forçado se saio por minha vontade. Vou pensar no assunto e depois digo qualquer coisa, boa? Entretanto, o meu lema é:

"Daqui não saio, daqui ninguém me tira!!"

Beijocas

39 semanas e 6 dias

Olá!

Hoje não deixei dormir a minha mãe! Achei que era altura dela se habituar a não dormir. Espetei aqui um pé num sitio estranho de madrugada, e a coitada andou com contracções dolorosas umas horitas. Mas agora já me acalmei.. até ver hihihi

Daqui a bocado vamos à Maternidade ver o senhor da bata branca, para a consulta das 40 semanitas.

O meu pai diz que já só tenho mais 1 dia de contrato de arrendamento dentro da barriga da minha mãe....



domingo, 9 de novembro de 2008

39 semanas e 5 dias

Olá!

Tal como prometido pela minha mãe, ontem fomos andar. Quer dizer, andar estou a ser amiga porque o que nós fizemos foi correr a maratona! Eu não me queixei minimamente pois ia embalada. Foram vários e vários quilómetros que os meus papás andaram em Sintra, para ver se eu me decidia. Perdemos a noção das horas com tanto andamento, pois saimos de casa de manhã e só chegámos à noitinha! Os meus papás estavam convencidos que com uma maratona destas, eu ia decidir sair, mas enganaram-se ihihihi

Nem contracções, nem moinhas, nem nada! Apenas dor nos pés e pernas do meu papá de tanto andar! Ahahaha
E como não podia deixar de ser, e para variar dos pastelinhos de belém, lá teve de marchar um travesseiro de sintra! Mhammm


Uma caixinha cheia de travesseiros mhammm





sexta-feira, 7 de novembro de 2008

39 semanas e 3 dias

Olá!

Ontem os meus papás levaram-me ao Continente para fazer as compras. Segundo eles, mais vale fazer agora umas compras para encher a dispensa, pois quando eu chegar dizem que não vão ter tempo para isso. Eu gostei da ideia pois estava farta de estar em casa com a minha mãe. Então não é o meu espanto, que chegámos lá, fomos direitinhos ao corredor da comida para bebés e começaram a encher o carrinho com aqueles pacotes amarelos?
Pensei para mim "epá aquela coisa deve ser mesmo boa!" tal não era o carregamento. E no final do carrinho cheio ainda ouvi a minha mãe:

- Honey, será que chegam estes pacotes? - Perguntava a minha mãe para o meu pai.
- Olha secalhar é melhor colocares mais um ou dois, que isto tem que durar até à semana que vem! - Dizia o meu pai com um ar muito sério.



Será que estes pacotinhos amarelos serão bons?


quinta-feira, 6 de novembro de 2008

39 semanas e 2 dias

Olá!

Ontem era dia de mudança de lua, e apesar dos meus papás não acreditarem muito nisso, nesta altura do campeonato, tudo vale de desculpa que forneça uma previsão do grande dia. Coincidência ou não, ontem depois de jantar decidi dar uma festa aqui na minha casinha. Parecia que "estava possuída" como diz a minha mãe hihih. Realidade ou ficção, a influência da lua (lua cheia) voltará a manifestar-se no próximo dia 13 de Novembro pelas 3h da manhã. No próximo fim-de-semana já foi decretado pela minha mãe, começarmos as caminhadas. Vamos lá ver os efeitos! Começo a achar que muita gente me quer ver aí fora rapidamente, não sei porquê! Estou aqui tão bem....

Beijos


quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Casinha 39 semanas

Olá,

Como prometido, deixo a minha casinha com 39 semanas. O meu pai todos os dias pergunta se é hoje, e pior, dá-me ligeiros toques de manhã a ver se quero sair antes de ele sair de casa para trabalhar. É que assim, segundo ele, não precisa de gastar combustível a regressar do trabalho , para levar a minha mãe à maternidade. Eu bem o tento convencer que ainda não estou preparada para sair, até porque tenho renda paga por mais 6 dias! ihihihi

Beijos



Casinha às 39 semanas tão formosa e bonitinha.


terça-feira, 4 de novembro de 2008

Consulta 39 semanas

Olá!!

Cheguei da consulta com o senhor da bata branca. Para quem achava que eu não chegaria às 39 semanas, enganou-se! Aliás, como rapariga que se preza, um atrasozito vem sempre a calhar (apesar de oficialmente ainda estar dentro do prazo). O senhor da bata branca, a semana passada, dizia à minha mãe ao ver aquele CTG ( com várias contracções a atingir o limite da escala) que eu muito provavelmente não chegava às 39 semanas. Parece que se enganou!

Eis que no CTG de hoje, nem uma contracção se apresentou ao serviço. Fugiram todas! Sendo assim, lá terei que deixar amanhã uma foto da minha casinha. A grande questão agora é:

Aguento-me até às 40 semanas ?

Beijos!


segunda-feira, 3 de novembro de 2008

As visitas

Olá,

O post das visitas, foi mal interpretado pela família. As pessoas perceberam tudo ao contrário e não era essa a nossa intenção.

Por tal facto, pedimos desculpa a todos, pois queriamos apenas alertar para o bom senso e nada mais. As regras eram meras indicações, obviamente que não eram para ser seguidas à risca.

O post é apagado, e apenas queremos reforçar a ideia de que venham todos quando quiserem pois nós queremos tê-los cá todos sem excepção.

Pedimos desculpa pela confusão gerada.

Beijos.



sábado, 1 de novembro de 2008

Consulta Maternidade

Olá!

Fomos à minha primeira consulta na maternidade. Fizemos novo CTG que acusou contracções de 5 em 5 minutos, não dolorosas. Ou seja é como se estivesse tudo na mesma. Enquanto a minha mãe não sofrer umas dores valentes, não saio daqui e daqui ninguém me tira! O meu pai adorou as 4h que passou sentado no banco da sala de espera. Ficámos de lá voltar (à maternidade) dia 10 de Novembro, a não ser que eu mude de ideias entretanto.

Bom fds!

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Casinha 38 semanas

Olá!

Cá estou no quentinho. As contracções abrandaram de ritmo, pelo que estou seriamente tentada a fazer o favor à minha mãe de ficar por cá até sábado pelo menos. A minha mãe já engordou 14 quilos desde que eu vim morar cá para casa, e o senhor da bata branca disse lhe ontem que já chegava bem. O meu pai é curiosamente o mais ansioso cá de casa, está sempre a perguntar à minha mãe se hoje é que é! O que é um pouco estranho é a minha casinha ainda não estar parecida com a torre de piza. Dizem que quando se aproxima a altura, cai um bocado. Mas está ainda muito direitinha, não está?

Por último fica a foto da minha casinha por fora, que pode ser a última (ou talvez não) ihihih


Casinha 38 semanas. Será a ultima?


terça-feira, 28 de outubro de 2008

38 semanas e consulta

Olá!

Acabei de vir do consultório do senhor da bata branca, e ainda sinto o coração da minha mãe a palpitar. Eis como tudo aconteceu:
Chegámos ao consultório, e mandaram-nos fazer o CTG.

- Olha Sara vamos fazer um CTG. Vais ter que te portar bem e mexer de vez enquando está bem? - Dizia a minha mãe para mim, os tipicos conselhos.
- Deite-se aí na marquesa enquanto ligo os fios - Ordenou a enfermeira.

Começou a fazer o registo, e a minha mãe começa a abrir a boca e a fechar, ao mesmo ritmo que o ponteiro que indicava as contracções subia e descia. A certa altura começou a ver tanto risco e começou a duvidar se a máquina estaria boa. A seguir veio a consulta com o senhor da bata branca que ao ver o papel do CTG disse:

- Ah mas você tem algumas contracções e parecem regulares. Vamos ter que fazer o toque para ver como isso está, mas não creio que aguente até às 40 semanas.
A minha mãe ficou parva a olhar para o senhor doutor. Ficou em choque mesmo. Tive que mandar dois pontapés e uma cabeçada para ela acordar!

- Mas, mas... - Balbuciou a minha mãe - Como é possível ?
- Parece que a Sara se está a preparar para sair - Respondeu o senhor da bata-branca. E já tem o colo do útero permeável a 1 dedo!

E a caminho de casa:
- Sara, por favor tu espera até sábado, temos a consulta com outro senhor da bata branca na maternidade está bem? Por favor Sarinha querida! - Pedia quase de joelhos a minha mãe.

Oh mãe, não sei não... Vamos lá discutir isso nos pastelinhos de belém hihihih




segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Perguntas

Olá!!

Mais um fim-de-semana que passou, e estou quase, quase a atingir as 38 semanas. Diz o senhor da bata branca que a partir de amanhã, se eu nascer, já estou pronta para o mundo exterior sem qualquer problema. Ora aí começa as minhas dúvidas, pelo que se alguém me souber responder, agradecia:

- Disseram-me que ia haver muita luz, tenho que comprar óculos de sol?
- Também me disseram que vai estar frio aí fora. Preciso de levar sobretudo?
- Dizem que as primeiras pessoas que vou ver é os meus pais. Mas sei que vai estar mais gente. Como os reconheço?
- Disseram-me também que por ser dia dos meus anos, vou ganhar prendas. Muitas ou poucas? :)

Bem para já é isso. Estou aqui a pensar qual será a melhor maneira de sair daqui. Já tentei escavar isto aqui em baixo mas ainda não deu resultados. A minha mãe tapou isto bem, a magana.

Ahh e amanhã é dia de consulta!

Beijocas

terça-feira, 21 de outubro de 2008

37 semanas

Olá!! Hoje fazemos 37 semanas!

Foi também dia de visitar o senhor da bata branca, e fazer o primeiro CTG oficial. Quanto a mim estou óptima, e mal lá chegamos fizemos logo o CTG. A ideia era a minha mãe carregar num botão sempre que me sentisse mexer, e como eu literalmente não páro quieta, a minha mãe estava mesmo a ver que ia carregar 50 mil vezes no botão.
Ora lá começámos, e eu nada. A minha mãe até estava estupefacta, que eu não mexia nada! Ahahah! Mas depois lá voltei ao normal, ou seja, à minha aula de ginástica constante (era só para ver a reação dela!). Resultado: contracções nem vê-las. O senhor da bata branca disse que está para durar (eu também acho!).

Por fim com tanto sonho com pastelinhos de belém, adivinhem onde fomos a seguir.....



Mhammm!!! Todos para mim!!

sábado, 18 de outubro de 2008

Cadeira nova!

Olá,

os meus papás compraram uma cadeira nova, que supostamente era para a minha mãe ME dar de mamar. Vá, no limite, poderá servir também para o meu pai me deixar dormir nela, usando o sistema de baloiço da mesma. Mas houve alguém que já aproveitou a cadeira para dormir uma soneca...
Provavelmente a minha mãe estava a sonhar com pastelinhos de belém! A marota...



Parece que a cadeira é confortável....

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Não me apanhas!

Olá!

Tenho tido grandes conversas com a minha mãe, ultimamente. Ela está muitas vezes aborrecida, sem nada para fazer. Eu digo-lhe: "dá cá mais cinco, cá em casa também não faço nada". O meu pai olha para nós as duas e acha um piadão.
Tenho também notado que de vez enquando, a minha mãe aponta uma coisa para filmar a minha casinha. Ela queria gravar os meus movimentos aqui nas aulas de ginástica, mas eu não deixo. Começo a aula, estou eu ora mexe o rabinho para o lado esquerdo, ora mexe o rabinho para o lado direito, e ela aponta-me aquilo. Automáticamente páro - "Estátua!!!!". Nem um dedinho mexo! Até que ela se cansa e poisa o aparelho. Aí começo novamente: mexe o rabinho para cima, mexe o rabinho para baixo, ela pega naquela coisa e eu: "Estátua!!!!"

A mim não me apanhas toma toma!!

Bom fim-de-semana!

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

36 semanas

Olá!

Ainda cá estou no quentinho. Não faço intenções de sair cá para fora tão depressa. Por isso ainda podem esperar sentados para me ver, pois isto ainda vai demorar! Ainda para mais com o descanso incutido cá em casa (cama - sofá - cama), deixa lá ver se chego ao Natal ! Ahahaha

Terça-feira a ver se tenho mais algumas novidades com o senhor da bata-branca, pois vamos lá fazer um CTG e ver se está tudo em ordem comigo. Irei por uma foto da minha casinha hoje ou amanhã, para ver como está grandeeeee!

Beijos a todos


Casinha com 36 semanas!


segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Passar o tempo

Olá!

Desde que eu e a minha mãe estamos em casa, temos descansado muito mais. Por vezes nem temos nada que fazer, por isso a minha mãe entretem-se a fazer aquelas coisas com muitas peças, que eu acho uma seca de todo o tamanho.
As más disposições já quase não há, a azia praticamente desapareceu e agora como a minha mãe só se deita depois da 1h30 da manhã já dormimos muito melhor! Assim ela espera que eu faça a ginástica toda e assim está bem! Depois já a deixo dormir!
Passamos o dia na descontra!



Não sei como é que ela tem paciência...


quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Dormir... ou não!

Olá a todos!

Cá estamos para mais um dia de farra e folia cá em casa. Agora a minha mãe tem uma táctica nova para dormir. Sabem qual é ? Chega-se à noite, e vai para a cama. Eu obviamente acho que é muito cedo e começo a ginástica. Depois das habituais azias e quase com a comida fora do estômago (que eu preciso de espaço), ela levanta-se!
Então vamos as duas para o sofá, onde a minha mãe dorme sentada! Pois assim já me posso mexer à vontade e ela não se engasga. Grande táctica mamã!
Outra coisa que ainda não percebi foi as trocas e re-trocas da minha roupinha, ora para a gaveta de cima, ora para a gaveta de baixo. A minha mãe desde que está em casa não faz outra coisa. Será algum jogo que ainda não percebi?!


terça-feira, 7 de outubro de 2008

35 semanas

Olá!

Hoje faço 35 semanas!E curiosamente ficam a faltar apenas 35 dias para o fim! Que engraçado. Não há novidades, continuo a gostar muito de ginástica cá em casa.

Ontem quando fui com a minha mãe à Segurança Social, assistimos a um episódio caricato. Há as senhas de atendimento de prioridade e as senhas normais. Então não é que chamavam mais depressa as normais do que as prioritárias? Ah ah ah fartámos de rir! Para a próxima já não nos enganam: senha normal!

E venha mais uma semaninha!


segunda-feira, 6 de outubro de 2008

O ovo

Olá!

Ontem passei o dia na cama com a minha mãe. Ela estava doente, e eu fiquei a fazer-lhe companhia (apesar de eu estar porreira). Tudo aconteceu porque no sábado à noite, o meu pai incluiu no jantarzinho da minha mãe, um ovo. Ora apesar do meu pai ter feito alguns testes no ovo, para saber se estava bom, o raio do ovo afinal não estava assim tão bom! Conclusão: a minha mãe passou o domingo agarrada à barriga, praticamente não comeu nada o dia todo, cólicas, náuseas, vómitos e desconforto abdominal (segundo ela isto era uma gastroentrite!).

O que vale é que tinha aqui guardado umas bolachinhas da semana passada, caso acontecesse algum problema, e fui comendo. Uma rapariga prevenida vale por duas!

Agora vou ali tratar dela, já venho.

Beijos

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

E o veredicto é....


Após a minha mãe ter dito ao senhor da bata branca que estava muito enjoada, cansada, com contracções, com cãibras, com falta de sono, com dores nas costas, com pés inchados e ainda, depois da minha mãe ter contado o episódio hoje no emprego, onde só estava ela e uma colega, e de termos as duas corrido a maratona porque havia um senhor prestes a morrer com paragem cardio-respiratória (a minha mãe ia-me deitando a mim pela boca), com sangue por todo lado a jorrar, o senhor da bata branca nem pensou duas vezes - baixa de alto risco - já para casa descansar. Ele ainda perguntou à minha mãe se queria que eu nascesse no corredor do hospital, no meio de uma destas emergências e a minha mãe lá disse que não, assim como assim, queria que eu nascesse na maternidade.

De resto estou porreira da vida: 2300kg, não deixei ninguém ver a minha cara, para a surpresa ser ainda maior. E agora mamã: sofá com elas !

À espera de novidades....


Olá!
Cá estou eu e a minha mãe no conforto do lar. Ela ainda tentou dormir uma sesta mas eu não deixei. Achei que era melhor fazer a ginástica da tardinha! Estamos as duas à espera das novidades pois falta pouco para irmos ter com o senhor da bata branca.

A minha mãe diz que já não consegue trabalhar, pois eu já lhe dou muito trabalho. Vai pedir ao senhor da bata branca a baixa para ver se volta aqui para o sofá todo o dia.

Esta é a ultima oportunidade que os meus papás vão ter de me ver de novo. Ultima ecografia por isso aproveitem bem papás! Agora já só nos voltamos a ver cá fora, assim, qualquer dia!
Depois venho contar as novidades do senhor da bata branca, logo à tarde, se os meus pais me deixarem.






Tive que arrancar a minha mãe que ela já não saia dali!

terça-feira, 30 de setembro de 2008

34 semanas


Olá!

Hoje faço 34 semanas. Estou grande! Nada de novo há a acrescentar nestas ultimas semanas excepto as maleitas que a minha mãe tem sofrido comigo. São elas, por ordem de maior ocorrência:

1 - Azia : está no topo! Não há um unico dia em que a dita não apareça;
2 - Insónias: volta e meia não páro, e as noites são muito mal dormidas;
3 - Cãibras: apesar de ocorrer menos, quando aparece é de cortar os pulsos! A última foi no sábado, sempre com a minha mãe a dormir e foram 3 seguidas na perna. Ai que dor!
4 - Pés inchados: Ainda achei que a minha mãe não iria sofrer desta, mas nos ultimos dias tem sido constante;
5 - Dores nas costas: Esta começa a aparecer agora e parece que veio também para ficar.

Mas mesmo com todos os males, a minha mãe diz que adora estar grávida!



Casinha 34 semanas: eu a minha mãe todas produzidas para o casamento.


segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Novidades da Ecografia

Olá!

Bem, o fim de semana foi muito preenchido, pelo que foi-me impossivel deixar aqui as novidades mais cedo. Na sexta-feira foi dia de ecografia na capital da medicina (como diz a minha tia Kikas) e as noticias foram boas. A dilatação do rim continua a não se verificar, está tudo bom comigo. O senhor da bata branca esteve mais de meia hora a tentar apanhar um bom angulo da minha cara para tirar uma foto a 3D ou 4D, mas a tarefa não foi fácil. E porquê ? Porque eu, estava com as maozinhas na frente da cara, e também porque estava virada para a placenta. Por fim, como a minha mãe tem tido várias contracções não dolorosas fomos fazer o nosso primeiro CTG. Estivemos lá mais meia hora, e não foi detectado nenhuma contração relevante. Ou seja, estou cá para durar!
No sabádo estive num casamento e achei o máximo. Hoje estava quase morta, mas valeu a pena!

Beijos

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

As noites mal dormidas

Ontem andei na rambóia cá em casa como é normal. Mexe para ali, mexe para aqui e chegou a hora de dormir. A minha mãe deitou-se, falou comigo, que era hora de irmos dormir e coiso e tal. Veio o meu pai, falou comigo, que tinha que deixar descansar a minha mãe e coiso e tal. E eu nada. Ora mexe mais um bocadinho para ali, ora agora vira para o outro lado. Apagou-se as luzes, fez-se silêncio para ver se eu me acalmava. Acalmar? Ora agora roda para aqui, ora agora estica uma mão, ora manda agora um pontapé.

Já passava duas horas da hora normal de dormir e a minha mãe sem pregar olho. Até que, vi-a a fechar os olhos e já não se mexia. Pensei: "Mau queres tu ver!". Foi nessa altura que comecei a festa. Ao fim de uns minutos acorda a minha mãe sobressaltada com o vómito quase na boca. Que engraçado, assim descobri outra forma de a acordar quando quero! E lá ficamos mais um bocado até eu estar cansadinha. Depois sim disse à minha mãe que já podiamos dormir! Afinal quem é que manda? Hihihihi

Depois disto tudo ainda ouvi a minha mãe a dizer:


Uma noite mal dormida,
Uma azia que não passa,
Um vómito a chegar,
E eu a desesperar

Ajeito o almofadão,
Sempre sem dormir,
Não tenho posição,
Nem vontade de rir

Estou quase para lhe bater,
Ela não me quer ouvir,
Começo a gemer,
Eu só quero é dormir!

terça-feira, 23 de setembro de 2008

33 semanas

Bom dia!

Mais uma semaninha passada. Nesta altura do campeonato já só faltam 7 semanas! Isto dá pouco mais de 1 mês e meio. Estamos quase a começar a contagem decrescente. Sempre que se começa a falar de contagens decrescentes cá em casa, a minha mãe arrepia-se toda, parece que lhe sobe um calafrio dos pés à cabeça! Eu continuo imparável, e já com bastante força. Ontem estavamos todos no sofá e mandei um pontapé que estremeceu tudo! Ás vezes ouço a minha mãe a dizer: "Brutinha!" mas acho que deve ser a falar com o meu pai. No fim de semana que passou aproveitamos para dar um saltinho ao alentejo. E aproveitando também o aniversário do avô C., lá provei umas migas de espargos com lombinhos grelhados que estavam uma delícia!


A pipa do vinho é para disfarçar

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Nova ecografia

Bom dia,

já chegamos. A ecografia prendia-se com o facto de os meus papás quererem saber como estava o problema da dilatação dos rins. Então, chegamos ao consultório e o senhor da bata branca mandou deitar a minha mãe. Depois, borrifou a parte de fora da minha casinha com uma coisa peganhosa gelada, até tive arrepios!

- Posição cefálica, está encaixada, com a cara para baixo. Tem o rabo aqui no seu umbigo e as pernas do lado esquerdo - Dizia o senhor da bata branca
- Tem 2057 gramas, está no percentil 50 e continua com uma cabeça grandinha - Continuava o senhor da bata branca no mesmo tom com que tinha começado a falar.

(Aqui pensei, lá está ele a implicar com a minha cabeça....)

- Senhor Doutor, dá para ver se ela tem muito cabelinho? - Perguntou a minha mãe, que deseja do fundo do coração que eu venha careca
- Na ecografia não dá para ver, pois é facilmente confundido com o "lanugo" do bebé - Respondeu o Senhor da bata branca
- E dá para ver se ela tem o cordão enrolado no pescoço dela? - Perguntava novamente a minha mãe, para tirar de cima alguma preocupação.
- Também não dá para ver. Apenas se pode concluir que poderá ter baseado na posição do cordão, mas nesta fase é muito prematuro - Respondia o senhor, acalmando a minha mãe.
E a carinha dela em 3D, dá para ver? - Continuava a minha mãe, ansiosa que o senhor mostrasse em grande plano no monitor, a minha cara linda.
- Deixe ver.... não, não dá. Ela está virada mesmo para baixo. Mas... posso lhe mostrar em 3D outra parte do corpo.... esta por exemplo - Afirmava o senhor da bata branca.

Bem, foi quando me chateei com o senhor doutor. Ainda pensei, naaa ele não vai mostrar aquilo! E não é que mostrou mesmo? Está aqui uma rapariga indefesa, e é isto! Lá mostrou a minha vagina em 3D para os meus papás não terem dúvidas que era uma rapariga. Como se houvesse alguma dúvida!

Por fim chegou a parte dos rins. O rim esquerdo já não tinha qualquer dilatação, e o rim direito tinha uma dilatação mínima, mas que ele disse que era desprezável. Ou seja estou quase boa!

Beijos e bom fim de semana!

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Casinha 32 semanas


Bom dia!
Hoje acordei bem disposta. A azáfama foi mais que muita e apesar de não ter deixado dormir a minha mãe, ela continua bem disposta. Tenho andado às voltas e ela parece que fica cheia de azia. Mas mesmo assim, ninguém lhe consegue tirar o sorriso da cara! Ficam as fotos da minha casinha agora com 32 semanas. Daqui por mais umas semanas começamos a contagem decrescente!!



Nem a azia estraga a boa disposição

Como podem ver, a minha casinha continua imponente. Tenho tentado fazer as arrumações aqui de ultima hora, e por isso tenho andado mais activa (principalmente de noite). Mas não há-de ser nada hihihih



Casinha com 32 semanas

terça-feira, 16 de setembro de 2008

32 semanas

Bom dia a todos,

Faço hoje 32 semanas de existência aqui na minha casinha favorita. Já sou muito forte e a ginástica cá em casa é cada mais intensa ( a minha mãe que o diga). Não tem havido qualquer novidade, nem na minha evolução (que agora é só a parte da engorda) nem de coisinhas novas para mim. Está tudo muito calmo! Na sexta-feira é que vai haver novidades pois tenho a ecografia para ver a evolução da minha dilatação do rim. Entretanto vou ver se falo com o meu pai, para ele tirar uma foto da minha casinha e meter aqui. Boa ?

Beijos

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Encaixada?

Olá!

Bem novidades fresquinhas antes de irmos para fim-de-semana. A minha mãe pediu a um senhor da bata branca aqui no hospital, para passar com aquela máquina aqui na minha casinha. Lá me queixei novamente da invasão da minha privacidade, mas não adiantou de nada. É que os meus papás têm quase a certeza que eu dei a volta e então era para ver se tal se confirmava.
E, surpresa das surpresas, eu estou virada para baixo! Mas... (segurem os foguetes) não estou encaixada! Ah ah ah! Esta foi boa. Fartei-me de rir quando vi a cara da minha mãe assim que o senhor da bata branca disse isto. Estou, de cabeça para baixo mas, de lado, assim meia torta. Sabem como é? Agora já percebem porque é que a minha casinha é torta! Se repararem, não cresce assim para a frente, é mais para os lados! Tão gira! Claro, se eu estou do lado direito arrumadinha ah ah ah. Eu gosto de ser diferente dos outros meninos, para ter mais piada!

Beijos a todos!

terça-feira, 9 de setembro de 2008

31 semanas!

Olá!!

Cá estamos: 31 semaninhas. A unica novidade é que acho que já dei a volta. É que a cabeça já não me pesa assim muito, parece encaixadinha.

Tenho uma coisa para vos confessar: eu não páro. A sério, eu simplesmente não paro. A minha mãe até diz em tom de brincadeira, que eu nem a dormir estou quieta. Vocês acreditam? Mas tenho que concordar que é a mais pura das verdades.
Logo de madrugada, ao acordar começa o exercicio. Até a minha mãe comer a paparoca, é sempre a ginasticar. Depois acalmo 30 minutos, e a partir daí, é sempre a bombar até à hora de dormir! Nem à hora de almoço páro, e muito menos na sesta. Até o meu pai chegar à noite, estou sempre em movimento e só realmente descanso quando a minha mãe se deita.

Já começo a criar pesadelos cá em casa, pois os meus papás acham que eu também não vou parar quando nascer. Ui vai ser o delírio!! Ninguém me agarra!

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Banheira.. ok!

Olá,

Estou mais mexida do que nunca. Gosto de estar sempre a mexer, pois não gosto de estar parada. Depois do jantar é mesmo uma festa de exercicio e os meus papás acham imensa piada. A minha mãe às vezes ralha comigo, pois eu faço da bexiga dela um saquinho de boxe muito interessante.

Ontem foi dia de comprar a minha banheira (cor-de-rosa oferta da minha avó Oliveira). A ideia era comprar daquelas que se adaptam à banheira normal, mas a escolha recaiu num modelo com suporte separado. Muito gira por sinal! E assim vão as novidades cá por casa!

Já marchava era um pastelinho de belém....


sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Consulta!


Bem, já voltámos da consulta.
Estava tudo bom, a minha mãe engordou mais 2 quilos este mês e já conta com 70 quilinhos em cima. Não faço ideia de quantos são meus, mas devem ser poucos que eu sou elegante. Tensão arterial estava boa a 11/6, e lá nos passou mais umas análises ao sangue para ir fazer. Depois foi a vez das perguntas da minha mãe ao senhor doutor:

- Posso escolher uma maternidade/hospital qualquer para o parto ?
- É preciso ir a alguma consulta antes ou ser seguida nessa maternidade/hospital antes do parto?
- Se já não aguentar com dores no trabalho posso vir para casa de baixa ?
- Penso que a Sara está transversal, quando é que ela se vira de vez?

O Senhor doutor até ficou azoado com tanta pergunta, mas lá nos respondeu. Ficamos ainda com mais 3 ecografias marcadas:

- A das 32 Semanas para ver a evolução da dilatação do rim;
- A das 34 Semanas de rotina para ver a estimativa de peso minha;
- A das 35 Semanas esta extra em Coimbra só porque sim, e porque é giro os meus papás verem-me a toda a hora;

Beijocas e bom fds!!

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Casinha 30 semanas!


Olá! Cá está a minha mais recente foto da minha casinha. Eu gosto muito desta casinha. É quentinha e fofinha. Cabo cá todinha! É tão bonitinha!

A minha mãe ainda não sabia bem o que era insónias, pois até lhe tenho dado algum descanso. Mas ontem, para variar, achei que podiamos estar as duas a olhar para o ar e assim foi. Acordei-a de hora a hora, mas a teimosa da minha mãe, só queria dormir. Então, já chateada com a situação toda, fiz alto estardalhaço na minha casinha que ela a partir das 5h30 já não pregou olho! Para a próxima já sei: faço logo aquela revolução toda assim que ela tiver ideias de ir dormir! Boa mãe?

Ps: amanhã é dia de consulta com o senhor da bata branca!



Casinha com 30 semanas




quarta-feira, 3 de setembro de 2008

30 semanas

Bom dia!

Cheguei às 30 semanas! Nunca pensei chegar aqui, olhar para trás e ver que tudo passou num instante. Já estou muito mais atenta às palhaçadas do meu pai, e muito mais ouvinte das recomendações da minha mãe. Se nascesse hoje (batam na madeira) já quase de certeza que me safava! Ontem à tarde:

- Honey, estou com desejos - dizia a minha mãe para o meu pai depois de almoço.
- Oh diabo! Desejos ? Até tenho medo de perguntar o que são... - Respondia o meu pai com um olhar muito desconfiado.
- São pastéis de belém! Por favor! - Pedia quase de joelhos a minha mãe, a salivar por um pastelinho.
- Se não formos, a Sara vai nascer com cara de pastel!Vais querer a tua filha com cara de pastel? - Troçava a minha mãe com o meu pai
- Ok, vamos lá então aos pastelinhos.. mas só desta vez! - Anuiu o meu pai.

Lá fomos todos para belém, e quando a minha mãe meteu o pastelinho na boca, ia-se derretendo toda. Fechou os olhos, e saboreava cada pedaço do pastel crocante, quentinho e cheio de canela.
Não contente só com aquele, foi inevitável mais um choradinho para um segundo pastelinho. Comeu-o com a mesma satisfação que tinha engolido o outro.
- Posso comer outro ? Só mais um ? Este é pela Sara! - Mendigava a minha mãe a olhar para o meu pai, como se não comesse há 5 dias.

Como podem ver, enchi a barriga de pastelinhos de belém! Mhammm que delícia!

Beijocas


segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Estrelas....

Olá!

Este fim de semana fartei-me de passear com a minha mãe, mais a minha avó Belmiras. Ele era Colombos, ele era Jumbos, ele era Ikeas, e mais que ouvesse nós corriamos tudo. Lá me compraram mais uns babygrows, para juntar à grande montanha de roupa que já tenho, quase que parece o Evareste da roupa de babys!
Depois no domingo fomos ao planetário ver as estrelas. Ainda me assustei lá com a trovoada, e a minha mãe de tão cansada que estava, pois na noite anterior eu não a deixei dormir (confesso), ela quase adormecia naquelas cadeiras.
Foi assim o fim de semana, muito divertido!

Beijos

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

29 semanas

Olá!

Cá estamos de novo em mais uma semana. Esta semana passou muito calma, não há nada de novo a apontar. Tenho-me portado bem, deixo dormir a minha mãe e (ainda) não chateio o meu querido pai, logo tudo maravilha!
Ainda estou deitadinha pois isto de estar de cabeça para baixo, depois vejo tudo de pernas para o ar é chato. Agora a minha mãe, teima em colocar uma faixa a apertar a minha casinha quando está a trabalhar, e eu tenho feito daquilo saco de boxe. Não gosto nada daquilo poçaras! Reduz-me os movimentos e estou sempre a atirar-me contra aquilo para ver se cai - mas não tenho tido sorte. A minha mãe diz que eu ainda não tenho "quereres", e por isso como ela é que manda, usa aquela faixa e pronto. Mas daqui a 3 meses a gente fala melhor esse assunto do quem é que manda aqui mamã! Ah Ah Ah!

Beijos

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Contracções

Olá!

O meu fim-de-semana foi calminho. Os meus papás acharam uns cortinados cor-de-rosa muito giros e compraram para mim. Assim em relação ao quarto já só fica a faltar uns candeeiros giros e um tapete engraçado.

Mas hoje quero-vos falar de como a minha mãe mete a minha casinha dura, quando eu não quero. Já lhe disse para parar com aquilo, mas ela ouve-me? Era o ouvias! E ultimamente têm sido mais regulares. Andei a ler, e algumas dessas contracções são normais, parece que é a minha mãe a treinar para me meter fora de casa. Mas tantas ? Todos os dias ? Começo a desconfiar! Está uma rapariga sossegada a relaxar, e de repente fica tudo duro. Não acho piada nenhuma mãe!

Será a tentativa dela para me colocar de cabeça para baixo? Já pensei que poderá ser isso, mas eu gosto mesmo é desta posição como estou. Assim na horizontal, à altura do umbigo, virada com a cabeça para baixo, para ir dando pontapés num saquinho que eu acho muita piada, que ora está cheio ora está vazio. Se é para me mudares de posição, desiste mãe! Eu só me viro se eu quiser. Toma!

Beijos a todos!

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Espreguiçadeira!

Olá!

Finalmente chegou a minha espreguiçadeira (oferta da minha querida madrinha Cláudia e tio Fernando obrigada, são uns queridos!!) .

A encomenda foi feita há mais de 2 meses, quando nos informaram que estavam com pouco stock, mas que ao fim de 1 mês entregariam em casa. Tudo bem, pensamos nós. Passado um mês, nem sinal da dita cuja, nem da loja, nada. Lá nos deslocámos à Pré-Natal a saber o que se passava.
- Não entraram em contacto consigo? - Dizia a senhora da loja, duvidando do excelente (ou não) serviço que dispunham.
- Não, e por este andar bem que podia esperar pelo vosso telefonema... - Respondeu a minha mãe com cara de poucos amigos.
Pediram mil desculpas, e mais 1 mês de espera, pois a fábrica estava atrasada nas encomendas, trá la rá, pardais ao ninho.

Passado mais um mês, liga o senhor das entregas a dizer que tinha tido um acidente e a espreguiçadeira tinha ido desta para melhor.
- Mau pensou a minha mãe, esta cadeira já não chega cá a tempo da miúda nascer, parece que está enguiçada!
Umas horas depois, eis que milagrosamente ligam da loja a dizer que houve uma que se safou do fim mais que certo. Uma cadeira que tinha sobrevivido, e portanto uma lutadora! Uma espreguiçadeira que estava apta a passar por todas as adversidades, logo qualificava-se perfeitamente para mim!

E aqui está ela:


Espreguiçadeira que aguenta tudo e mais alguma coisa!


quarta-feira, 20 de agosto de 2008

28 semanas


Olá a todos!

Estou prestes a entrar no último trimestre! Como o tempo passa a correr, parece que foi ontem que tinha duas células e agora estou uma crescida! Começo a ter as primeiras memórias, pois já me consigo lembrar de algumas músicas que ouço.

- Agora que entramos no último trimestre, acho que deviamos fazer a mala da Sara - dizia a minha mãe para ver se o meu pai ia na conversa.
- Ahhh isso ainda falta muito tempo! - Dizia o meu pai como se soubesse qual o dia em que EU quero sair.
- E se depois tenho que ir de urgência para o hospital? - Perguntava a minha mãe para ver como o meu pai se desenrascava.
- Se tiveres de ir, eu próprio ponho um babygrow e uns pensos no saco e vamos! - Dizia prontamente o meu pai, pois para ele nunca nada era um problema.

Claro que se não for a minha mãe a fazer o saco, mais de metade das coisas iriam ficar em casa, ou eu já não conhecesse o meu pai hihihihi



Casinha com 28 semanas, que grande!!

Perdidas...

Olá,

ontem apanhei um susto enorme, no nosso primeiro dia de regresso ao trabalho. A minha mãe provavelmente ainda vinha com a cabeça nas férias, tanto que, a caminho do trabalho perdeu-se! Olhem foi uma aventura:

A música dos fingertips tocava alta no rádio do carro da minha mamã. Aproximava-se a cortada para a estrada onde a minha mãe virava todos os dias para o trabalho. Eis que, ao chegarmos mais perto, uma grande placa informava que estava fechada. O rádio, foi prontamente desligado. A minha mãe começou a falar alto "Aiiiii E agora? Aiiiiii E agora?"
Apesar de termos saido de casa com tempo suficiente para chegar ao trabalho, e até com tempo de acontecer algum precalço, a minha mãe não estava preparada para esta situação. Eu sentia-a a começar a enervar-se e o medo a instalar-se. Começamos a dar voltas, até que a minha mãe se lembrou de ir na direcção de algo que conhecia e lhe era familiar: o jardim zoológico. Lá fomos nós, por ruas nunca antes "navegadas", eu ainda tentava acalma-lá mas ela continuava muito stressada. Chegámos ao zoo, um monte de estradas, caminhos, cortadas tudo emaranhado e que não fazia qualquer sentido a minha mãe. Seguimos por uma aleatória (ainda ouvi ela a dizer "Seja o que for") e seguimos. Eu, que não estava habituada a tanta agitação e adrenalina logo de manhã, saltava sem parar. Seguimos em frente e fomos dar a uma rotunda enorme com milhentas faixas. Aqui tenho que confessar que a minha mãe passa lá todos os dias, mas sabem a melhor - nunca daquele lado da rotunda! Resultado ? Perdemo-nos novamente!
Agora, tinhamos o relógio contra nós, a minha mãe começava a ficar atrasada para o trabalho, e o pânico sentia-o cada vez mais nela. Mais umas voltas, e fomos parar muito perto da estrada certa (Ahh grande mãe!!) mas no sentido inverso. Ora, sem mais demoras, sabem o que ela fez? Sabem ? Virou em contamão, foi para uma estrada de sentido único, eu só via os carros direitinho a nós e a apitar, os carros passavam por nós, eu ouvia os senhores a chamarem nomes à minha mãe, e ela "Eu sei, eu sei, desviem-se!!". Mas conseguimos chegar inteiras!

Mãe: para a próxima vamos fazer rally no carro do pai tá bem? hihihihih

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Voltei!

Olá a todos!

Terminaram as férias. Estou óptima de saúde, e os meus papás também.
Passámos uns belos dias a visitar o norte do país, onde enalteço Mirandela (pelas belas alheiras que comi), Chaves (pelo belo bacalhau à transmontana que me deliciei) e Vila Pouca de Aguiar (pela bela posta barrosã de cair para o lado). Bem, uma delicia vocês não estão bem a ver! Claro que não poupei esforços ao garfo, mas também férias eram férias! Certo ? O resultado acusou na balança, mas já disse à minha mãe que agora ia-me portar bem e não ia pedir mais gelados nem batatas fritas.
Amanhã coloco a foto da casinha com 28 semanas!

Beijocas

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Interrupção das férias - Consulta

Olá!!

Venho dar-vos as ultimas noticias! Interrompi as férias (a bem da verdade ainda não começaram) para vos relatar notícias importantíssimas!
Acabo de chegar do senhor da bata branca da consulta normal. Então a minha mãe confrontou-o com as duas ecografias morfológicas em que uma dizia que estava tudo bem e a outra dizia que havia um problema algo preocupante.
Ora, ficamos todos alegremente surpreendidos, quando o Sr. da bata branca nos chamou para fazer outra ecografia imediatamente com um colega dele especialista e tirar toda e qualquer dúvida naquele instante!
Os meus papás viram-me de alto a baixo novamente (estamos a bater o record de ecografias) e as noticias não poderiam ser melhores: a dilatação existe mas é minima - em ambos os rins! Sendo que o rim esquerdo apenas tinha 3 milimetros!! Claro que posto isto os meus papás ficaram totalmente descansados - é caso para dizer aleluia! Vai requer sempre um acompanhamento da dilatação, mas não é um cenário negro como nos foi alertado da primeira vez.

Agora sim, podemos ir de férias descansados!

Au revoir!

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Férias!




Olá a todos,

venho-me despedir de todos vós, pois vou de férias! Como andarei muito ocupada no passeio com a minha mãe e o meu pai, não vou poder cá vir para dar novidades.

Contudo fica prometido o meu regresso dia 18 Agosto!

Até lá!

terça-feira, 5 de agosto de 2008

26 semanas

Olá a todos!!

Hoje faço 26 semaninhas que estou aqui na casinha. Isto é impecável e à medida que o tempo passa gosto mais de cá estar. Tenho casa, roupa e cama lavada o que é que hei-de querer mais, não é ?
Já devo pesar umas 900 gramas e agora a minha mãe já pode dizer que daqueles quilos todos a mais, um sou eu!
Ontem abri pela primeira vez um olho, e estava tudo escuro. A minha mãe não se mexia, por isso devia ser de noite mesmo. Depois dormi uma soneca e umas horas mais tarde quando abri o olho novamente, já via uma claridade! Fantástico é só coisas novas. Já comecei também esta semana a praticar a respiração. A minha mãe diz que é assim que eu vou fazer, assim que o meu pai me cortar esta coisa que tenho pendurada na barriga, e que eu gosto de brincar. Por isso estou já a treinar!
Por último as minhas capacidades auditivas estão a ficar porreiras também. Já ouço muito melhor, e outro dia até me pus a dançar cá na casinha quando a minha mãe ia para o trabalho, ao som dos fingertips aos altos berros! Boa mãe!

Beijocas

Ps. Estou quase a ir de férias com os meus papás! É já sexta-feira!

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Mais pontapés


- Corre! Corre! - Chamava a minha mãe da sala de jantar, onde se encontrava estirada no sofá de perna aberta.
- Já vouuuuu - Respondia o meu pai enquanto puxava as calças para cima, apertava os botões e lavava frenéticamente as mãos no lavatório da casa de banho.
- Agora não faças barulho, olha só - Retorquia a minha mãe.

E nisto ficaram os dois a olhar para a minha casinha durante 5 minutos, pareciam estátuas de gesso. Desde o inicio da madrugada, estava a experimentar uma ginástica nova cá em casa. Durante o dia, as paredes da casinha ficam muito duras, parecem pedra! Mas à noite, quando a minha mãe tenta dormir, a casinha parece outra. Fico com muito mais espaço e posso dar pontapés com muito mais força.

- Ohh já não se mexe - Dizia desconsolado o meu pai.
- Ainda à bocadinho ela mexeu-se tanto que tremeu a barriga toda, havias de ter visto - Dizia emocionada a minha mãe.
- Sara? Óooo Sara!! Manda aí um pontapé forte! - Dizia o meu pai a ver se me convencia.

Mas eu estava muito cansada. A noite tinha-a passado às voltas, tanto que a minha mãe pouco dormiu. Também não percebo porque é que ela tem o sono desencontrado do meu, assim brincavamos as duas. Tenho que ver se a consigo acordar mais vezes à noite, pois quero companhia!