sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Bomba Atómica

É com muita tristeza que escrevo neste espaço novamente.




Hoje desabou o mundo, o meu mundo.
Não consigo descrever aquilo que sinto, de tão forte que é. Hoje o meu mundo, ficou pequenino, cheio de dor. Uma dor que não se sente, mas que dói mais que qualquer outra. Uma dor que não se afasta, que não dá para esquecer, ou apagar.

Já senti na minha vida desespero, angústia, mas hoje senti o quanto a vida pode ser injusta e cruel para com um ser tão pequeno, que nada fez para merecer o que lhe está a acontecer.


É também hoje que sou assolado pelos pensamentos inúteis se havia algo que  pudéssemos ter feito diferente, em relação a ele, que mudasse este destino. 

Não consigo escrever mais nada, as lágrimas não deixam sequer já ver as palavras de tão rápido que escorrem. Apenas apelo a quem quer que leia este post, que dedique 1 segundo do seu tempo com um simples pensamento positivo para o pequeno Simão que neste momento com 16 meses foi diagnosticado com uma doença oncológica grave.

A todos obrigado.

7 comentários:

♥ Carolina disse...

Força!!! é só o que consigo dizer :(
Vou estar a torcer sempre por vocês!!!

Beijinhos grandes

Ana disse...

Muita força... para todos vou estar sempre a torcer por vocês!

Dinastia FilipiNHa disse...

Força! Estamos a torcer muito!!!!

Beijinhos

joana silva disse...

Força papás! Acredito que esta noticia é uma das mais dolorosas que um pai e uma mãe podem receber,mas também acredito que o cancro é um bicho e que quem o combate é um herói, o Super-Simão vai conseguir vencer esta batalha. A vida muda quando nos deparamos com noticias destas, mas o ser Humano é "composto de mudança"! Tenham fé no Simão!E nunca desistam!

Gigi disse...

Nem sei o que vos dizer. Um beijinho.

Anjo de Luz disse...

Incrível como há coisas tão cruéis que acontecem a seres que merecem tudo de bom que a vida lhes pode dar...
Do fundo do meu coração desejo que, se realmente existe um Deus salvador, que ajude o pequenino Simão neste momento tão difícil da sua vida ainda tão breve...
Aos pais...um abraço...um grande abraço, apertado e com muita energia positiva...
Beijinhos!

D. disse...

Cheguei até este blog hoje, já não sei bem como, pois já me perdi na dor e coragem que estes teus post transmitem.
Quantas vezes eu me aborreço e arranjo com o que me aborrecer, em coisas tão sem sentido.
Não tenho muitas palavras,mas quero deixar aqui um grande abraço de força e muita coragem. Tudo irá acabar bem, se Deus quiser.
Muita força mesmo
Bjs